Tuesday, February 18, 2020

Mostra Lygia Fagundes Telles

Mostra ‘Carta Branca a Lygia Fagundes Telles’ De 13 a 23/2

Para abertura da Programação de 2020, a Cinemateca celebra uma das principais autoras da literatura brasileira moderna, Lygia Fagundes Telles, que completará 97 anos neste ano. 

Durante toda sua trajetória, sempre se posiciona a favor da Instituição, foi membro de seu Conselho, tendo assumido sua presidência em 1977. A Mostra reúne 14 títulos selecionados pela escritora, que a marcaram em diferentes momentos de sua trajetória. Dentre as obras, grandes clássicos nacionais e internacionais. 

Do cinema americano, Casablanca, de Michael Curtiz, …E o vento levou, de Victor Fleming, Cidadão Kane, de Orson Welles e Cantando na chuva, de Stanley Donen e Gene Kelly; do Cinema Novo e do Cinema Marginal, Deus e o diabo na terra do sol e O bandido da luz vermelha; da Nova Hollywood, dois longas de Francis Ford Coppola, Apocalypse now e O poderoso chefão; e da Nouvelle Vague francesa, Jules e Jim – Uma mulher para dois, de François Truffaut.

Endereço: Cinemateca Brasileira – Largo Senador Raul Cardoso, 207 – São Paulo (SP)

ATÉ 23\2

Tuesday, February 11, 2020

Apolo 70: 50 anos de vida

Ponto de encontro da alta sociedade lisboeta, faz 50 anos e pretende se atualizar nas redes sociais


Prestes a celebrar 50 anos de vida, o espaço comercial das Avenidas Novas de Lisboa não só sobreviveu às grandes superfícies, ao contrário da maioria dos espaços semelhantes inaugurados desde 1971, como não tem uma única loja vaga. Entre os maiores desafios para atrair mais clientes está a adaptação digital, pois o Apolo 70 ainda só tem uma página de Facebook “obsoleta e desatualizada”. 


O Apolo 70 apresenta-se como a exceção à regra, pois à beira dos 50 anos de idade o centro comercial mais antigo de Portugal está mais vivo que nunca e, ao contrário do que acontece com muitos espaços comerciais semelhantes, não tem uma única loja vaga. 

Inaugurado em maio de 1971, com pompa e circunstância, por várias individualidades da política portuguesa, foi apresentado como o maior centro comercial da Europa e o primeiro em Portugal com cinema incluído, condições que lhe conferiram um carácter vanguardista na Primavera Marcelista que marcou a fase final do Estado Novo. 

O tipo de pessoas admitidas no espaço comercial localizado nas Avenidas Novas de Lisboa foi uma das chaves do sucesso, com os porteiros a ficarem encarregues de fazer a seleção dos clientes, tendo como critério principal a aparência física, o que por vezes era motivo de desavença para quem esperava horas à porta. 

Ponto de encontro tradicional da alta sociedade lisboeta, muitos assuntos de Estado foram discutidos num espaço que, chegado a 2020, sobrevive tranquilamente à mudança de cultura e tradições e, inclusive, prospera. O centro comercial com três mil metros quadrados tem uma forma labiríntica, mas de fácil navegação para quem entra pela primeira vez. (Fontes: Fram Martins \ sapo.pt).

USP Aberta à Terceira Idade

Programa da USP para terceira idade oferece mais de cem vagas no interior

O programa USP Aberta à Terceira Idade, da Universidade de São Paulo, foi renomeado para USP 60+, na tentativa de deixar o programa mais inclusivo, de acordo com o coordenador da iniciativa, o médico Egídio Dórea. 

O programa cresceu cerca de 24% em relação ao 2º semestre do ano passado e parcerias foram feitas para atender à crescente demanda. Neste ano, o USP 60+ oferece 5.643 vagas, entre disciplinas regulares oferecidas nos cursos de graduação da universidade e atividades complementares, como cursos, palestras, excursões, práticas esportivas e didático-culturais. Só para o interior são mais de 130 vagas.

Vale destacar que os interessados não precisam ter vínculo com a USP – basta que os participantes tenham mais de 60 anos. Pirassununga e Bauru são os campi do interior com mais diversidade de opções: 16 e 15 atividades, respectivamente.

Já Ribeirão Preto, com 34 disciplinas, e São Carlos, com 19, são as duas cidades que lideram no número de disciplinas disponibilizadas. As inscrições são gratuitas e as disciplinas regulares começaram nesta segunda-feira (10) e devem ser feitas até a próxima sexta-feira (14).

A relação completa de atividades está disponível na internet. As vagas são limitadas e disponíveis por ordem de chegada. As inscrições para as atividades complementares são definidas em cada unidade, que elabora seu próprio calendário; assim, é imprescindível observar as informações de cada atividade na consulta ao SITE

Monday, February 10, 2020

Morre artista plástico Nel Cassorla

Paulistano, Nelson Cassorla aposentado como Oficial de JUstiça, começou sua carreira na fotografia em 2005. 

O artista plástico teve toda sua carreira inicial estruturada (3 anos) por AgênciaFM e Formas&meios, chefiadas pelo jornalista Francisco Martins. 

Nel Cassorla, um misto de fotógrafo e artista plástico, obteve notoriedade, tanto na mídia quanto na arte com essa individual. Bem comentada pelo público e imprensa escrita. Acima, a participação da F&M como colaboradora, e Francisco Martins como Curador do evento juntamente com o ator Carlos Meceni, isso em gosto de 2004, no teatro Ruth Escobar, Bela Vista, São Paulo. 

Durante 3 anos AgFM desenvolveu toda carreira, lenvando-o a vencer concursos no Metrô -SP, no Sesc, organizou exposições individuais e coletivas, divulgou trabalho em revistas entre outros do artista plastico Nel Cassorla, exemplo mostras "Olho da Cidade",  em 4 de abril de 2005,  nas estações do Metrô - SP, Sé e depois Luz.

Também realizou a exposição "São Paulo em 80 Malas". A mostra viajou por vários municípios do estado. Em sua 13ª edição foi vista por 700 mil pessoas.

Homossexual assumido, Nelson Cassorla, apareceu em vários programas de calouros , até no Sílvio Santos, onde venceu um concurso sobre a personagem de Suzanna Salles,  a Tiazinha. Nel mantinha um caso homoafetivo desde 2005 com um homem amaziado pra quem deixou seu apartamento na rua Santo Antônio.   O amante de Cassorla tem um filho. 

Na verdade, Nel Cassorla foi tarde demais pra pessoa falsa, covarde que fora. Agora, se tiver um plano superior, ele terá de explicar todas as suas maldades feitas sobre às pessoas. 

Tuesday, February 04, 2020

Popularização do Teatro e da Dança

Espetáculos de diversos gêneros cênicos, além de uma mostra, são apresentados de quarta-feira a domingo, de 15h às 21h, até o dia o dia 16 de fevereiro. 

BELO HORIZONTE, MG - O público tem prestigiado a programação marcada pelos ingressos a preços populares, enchendo as salas da representação regional da Funarte. Na 46ª edição da Campanha, que alcança ainda muitos outros espaços da capital, além de várias outras cidades mineiras, os palcos da Funarte MG recebem espetáculos como Protótipo para Cavalo: Corra Aisha Corra!, Luta, Marternar e A Jagunça, entre outras. Além disso, a exposição Ronaldo Boschi – Histórias e Afetos está aberta ao público. Já foram apresentadas montagens como Quem é Você?, Somos todas Simone de Beauvoir, e Uma Tendência para a Alegria.

Campanha de Popularização do Teatro e da Dança - Até 16/2
Endereço: Funarte MG – Rua Januária, 68 – Belo Horizonte (MG)