Sunday, December 04, 2016

Ferreira Gullar morreu este domingo, 4

O poeta e escritor brasileiro Ferreira Gullar morreu este domingo, no Rio de Janeiro, aos 86 anos. Gullar estava internado no Hospital Copa D'Or, em Copacabana, na Zona Sul do Rio. As causas da morte do poeta ainda não foram divulgadas. 

Durante sua frutífera carreira recebeu o Prêmio Camões em 2010 e em 2014 integrou a Academia Brasileira das Letras, tornando-se imortal.


Nascido em São Luiz do Maranhão,em 1930, Ferreira Gullar, pseudônimo de José Ribamar Ferreira, foi poeta, crítico de arte, biógrafo, tradutor, argumentista de teatro e de televisão, memorialista e ensaísta. Editou o primeiro livro, “Um pouco acima do chão”, em 1949, com recursos próprios.

Ferreira Gullar foi politicamente ativo, quer como cidadão quer como escritor, o que o levou inclusive ao exílio, na década de 1970, tendo vivido em Moscovo, Santiago do Chile, Lima e Buenos Aires.

Em 2002, por indicação de nove acadêmicos de Portugal, Brasil e dos Estados Unidos, foi indicado para o Prêmio Nobel de Literatura.

Teatro

Durante o exílio em Buenos Aires, Gullar escreveu 'Poema Sujo', um longo poema de quase cem páginas e que é considerado sua obra-prima. Esse poema causou enorme impacto ao ser editado no Brasil e foi um dos fatores que determinaram a volta do poeta a seu país. 'Poema Sujo' foi traduzido e publicado em várias línguas e países.

No comments: