Thursday, November 03, 2016

Centenário do Samba, 7 de novembro

Os trabalhos que resultaram no reconhecimento do samba do Recôncavo e das matrizes do samba do Rio de Janeiro como Patrimônio Cultural Imaterial pelo Iphan são obras que ajudam a entender a construção da cultura brasileira, especialmente as manifestações surgidas a partir do século XIX. 

Para além da música, o samba influenciou costumes, tradições e outras atividades artísticas que sobrevivem até os dias de hoje. "O samba existe e está aí, é uma demonstração forte da formação da nossa sociedade e por isso é reconhecido como patrimônio" enfatiza , Rívia Bandeira do Iphan.

Um dos movimentos iniciais no sentido de reconhecimento e preservação do samba foi iniciativa do folclorista, etnólogo e pesquisador Edison Carneiro (1912-1972), que, em 1962, redigiu A Carta do Samba. Segundo Carneiro, a variedade demonstra que o samba, legado do negro de Angola trazido para o Brasil pela escravidão, se encontra em um processo de adaptação, "longe de estabilização em constâncias finais".

Samba de Roda do Recôncavo Baiano

O Samba de Roda do Recôncavo Baiano foi registrado como Patrimônio Cultural do Brasil pelo Iphan em 2004 e proclamado Obra-Prima do Patrimônio Oral e Imaterial da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) em 2005.

O estilo traz como suporte determinante tradições culturais transmitidas por africanos escravizados e seus descendentes. Tais tradições incluem, entre outros, o culto aos orixás e caboclos, o jogo da capoeira e a chamada comida de azeite.

Partido-Alto, Samba de Terreiro e Samba-Enredo

Após quase dez anos do reconhecimento como patrimônio, o Centro Cultural Cartola implementa diversas ações para salvaguarda das matrizes do samba carioca. O projeto de depoimentos Memória das Matrizes do Samba no Rio de Janeiro, desenvolvido no centro, busca, por exemplo, coletar depoimentos de personalidades do samba e líderes comunitários responsáveis pela manutenção dessa tradição popular e símbolos que constituem a cena do samba praticado no Rio de Janeiro. Outra iniciativa é voltada para a educação patrimonial, com trabalhos realizados em escolas, promoção de cursos e de exposição. (FM). 

No comments: