Thursday, March 30, 2006

LUZ E SOMBRA NA PINTURA ITALIANA

Mostra Luz e Sombra na Pintura Italiana entre o Renascimento e o Barroco foi idealizada especialmente para vir ao Brasil

São Paulo, 29 de março de 2006 - A partir de hoje a Pinacoteca de São Paulo apresenta a mostra Luz e Sombra na Pintura Italiana entre o Renascimento e o Barroco , que reúne 65 pinturas de grandes nomes da arte na Itália, como Tiziano, El Greco, Lorenzo Lotto, Tintoretto, Veronese, Guido Reni e Guercino. A exposição inclui também obras de diversos artistas de outras regiões da Europa que estudaram e viveram na Itália. Todas as pinturas fazem parte de uma coleção particular e estão sendo reunidas pela primeira vez para uma exposição itinerante. O Brasil será o primeiro país a recebê-la nas praças de São Paulo (29 de março a 30 de abril) e Rio de Janeiro (04 de maio a 08 de junho). Depois, a previsão é que a mostra siga para o México. A montagem da exposição no Brasil foi possível graças ao patrocínio da TIM, que já investe em outros segmentos culturais, onde a música é um dos pilares, através de eventos como o TIM Festival e o Prêmio TIM, entre outros. A exposição concentra-se em torno da produção artística desenvolvida em Veneza, Bolonha e Roma, três dos grandes centros da arte na Itália dos séculos XVI e XVII. As pinturas que estarão na mostra - em sua grande maioria, retratos - mostram os diferentes aspectos de tratamento pictórico - da figura e do fundo, de composição e de desenho, de massas de cor, dos planos de iluminação e de sombreamento.
Luz e Sombra Na Pintura Italiana entre o Renascimento e o Barroco inclui obras de artistas referenciais do Renascimento e, sobretudo, do Maneirismo e do Barroco italianos. Esse período histórico corresponde à época das grandes descobertas náuticas de Cristóvão Colombo e Fernão de Magalhães e da conseqüente reconfiguração do mundo. Abrange dois séculos de produção artística com estilos, em particular o Barroco, formadores da cultura nas Américas, matriz para o pensamento e para as artes no Brasil. O curador italiano Vittorio Sgarbi (historiador e crítico de arte) reuniu expressivas obras de grandes mestres para mostrar um dos aspectos mais eloqüentes e significativos da plástica italiana nos séculos XVI e XVII - a luz e a sombra. O intenso intercâmbio de idéias entre os principais centros europeus prova caráter internacionalista do Maneirismo e do Barroco, em uma época de intenso diálogo e de transformações.

O Curador - Perfil
Vittorio Umberto Antonio Maria Sgarbi é um famoso historiador e crítico de arte italiano. Nascido em 08 de maio de 1952, desde cedo se engajou na política: atuou em movimentos juvenis anarquistas; nos anos 90 aliou-se a alguns partidos; entre 2001 e 2002 foi subsecretário do Ministério da Cultura da Itália. Paralelamente às atividades políticas, Vittorio Sgarbi sempre se dedicou às artes. Especialista na produção artística do século XVI, já organizou diversas exposições e escreveu livros e teses sobre pintores consagrados.

Serviço
Luz e Sombra na Pintura italiana entre o
Renascimento e o Barroco

29 de março a 30 de abril
De terça a domingo das 10h às 18h
Ingressos - R$ 4,00 (inteira) e R$ 2,00 (meia). Aos sábados, entrada gratuita
Pinacoteca - Praça da Luz, nº2 - São Paulo

No comments: